Navegue, empreenda e inquiete-se!

03 outubro 2017 / By admin

Navegar é preciso, viver não é preciso! Citando aqui Fernando Pessoa, percebemos uma questão no mínimo interessante: O ato de navegar é instrumental, cartesiano, orientado e determinístico. Já viver é está imerso em um mar de emoções e complicações recorrentes e renováveis. Viver é passar por glórias e frustrações. É poder distinguir o momento certo de dar o salto de fé, o momento de parar tudo para refletir ou ainda o momento de acreditar em uma nova etapa na vida. Começamos com essas simples palavras nosso blog da InnoBench.

Nosso intuito é atrair a atenção dos inquietos. Aqui destacamos inquietos como pessoas inconformadas com a realidade, pessoas que querem se desenvolver, passar por experiências novas e realizar sonhos ao longo da vida. Uma linha de inquietude bastante evidente é o empreendedorismo. Hoje se fala muito em ter o próprio negócio, largar a rotina de um trabalho “opressivo”, estressante e limitador. A verdade é que nem tudo são flores no propósito empreender, nem sempre você estará 100% certo. Poupe seus relacionamentos, assuma suas limitações, abra sua mente para coisas novas… E nunca jamais subestime as pessoas!

A verdade é que nem tudo são flores no propósito empreender, nem sempre você estará 100% certo. Poupe seus relacionamentos, assuma suas limitações, abra sua mente para coisas novas

Thiago Maceri

Sim as pessoas! Elas compram, aprovam, reprovam e criticam tudo a todo momento! Elas estão prontas, receptivas e ao mesmo tempo preparadas para te descontruir em um passe de mágica. Qual o segredo de sobreviver nesse mar tempestuoso e impetuoso? A resposta é simples: enfrentar e aprender com as tormentas apresentadas pela vida.

Tenha em mente que uma nova atividade, um novo empreendimento requer três coisas básicas:

  • Desenvolver Novas Habilidades: Saber lidar, técnica e humanamente com a nova atividade. Nesse ponto, sabemos que somos seres incompletos, em evolução continua. A medida que seu projeto crescer pessoas serão adicionadas nele. Entenda e saiba lidar com diferentes perfis que estarão presentes no seu caminho.
  • Administração do Tempo: Eis o recurso mais democrático. Ele passa, de fato, e para todos! A medida que não organizamos nossas prioridades ele parece cada vez mais escasso. Não existe resultado sem dedicação e dedicação requer tempo de transpiração no negócio.
  • Gerir com maestria Economias próprias ou geradas: Eis o aparente calcanhar de Aquiles de muitos sonhos: a falta de “fôlego” para concluir as atividades, aqui leia-se “fôlego” como DINHEIRO! Mas o que temos aqui vai além do dinheiro e sim a visão econômica e, as trocas que podem ser feitas por meio de pessoas envolvidas e como a economia de trocas pode favorecer e alavancar negócios. Quantos amigos são experts em coisas que são suas necessidades? E o que você poderia ajudar estes mesmos amigos de forma direta ou indireta que geraria economia para estes? Fora isso, um bom planejamento financeiro é essencial para dar fôlego e impulsionar de fato seus projetos. Adeque seu padrão de vida e direcione convergência entre seu padrão de vida e seu novo negócio, não sobrepondo gastos potencialmente desnecessários.

Desse modo, abrimos nosso verbo de forma simples, direta e convidamos vocês a nos acompanharem ao longo de nossa navegação pelo mar de complexidade do empreendedorismo. Em breve, teremos um rol de materiais, cursos e trilhas destinadas a desenvolver e compartilhar conhecimento. Seja bem-vindo! Embarque conosco no propósito e até a próxima.

Leave a Comment

*Please complete all fields correctly